Pele ressecada idoso

6 dicas para manter a pele do idoso hidratada e protegida no verão

Não é surpresa que a nossa pele fique mais sensível com o passar dos anos, adquirindo menos elasticidade e resistência aos raios solares. Por isso, a hidratação e proteção devem ser feitas com ainda mais atenção durante o verão. 

O sol possui muitos benefícios (melhora o humor e é fundamental para obter vitamina D), mas sua exposição exige muito cuidado, especialmente para os idosos. Além de manchas e rugas, os raios ultravioletas também podem causar câncer de pele.

Para evitar esses problemas e passar a estação mais quente do ano com segurança, veja abaixo algumas dicas com a pele do idoso no verão. 

1. Use protetor solar com frequência

Independente de onde for, o protetor solar sempre deve ser aplicado antes de sair de casa. Use um protetor com no mínimo 30 FPS e, se for fazer alguma atividade ao ar livre, opte por produtos com fator maior. Ainda assim, passar só uma vez não é suficiente para proteger dos danos causados pelos raios UV. Por isso, reaplique a cada duas horas quando estiver no sol por muito tempo e, também, após entrar em contato com a água, por exemplo.

2. Reforce a proteção

Apesar dos efeitos incríveis do protetor solar, também é importante proteger outras áreas do corpo com roupas e acessórios como sombrinhas, óculos escuros e chapéus. Essas peças  reforçam e cobrem melhor a pele, especialmente entre as 10 e 16 horas que é o período em que os raios solares estão mais fortes. Quando estiver quente e úmido, programe atividades físicas ao ar livre ou exercícios durante as primeiras horas da manhã ou na parte da noite, período em que as temperaturas são mais amenas.

3. Fique bem hidratado

Por causa do calor, a água do corpo se perde mais rapidamente e à medida que envelhecemos, ficamos mais propensos à desidratação. Por isso, beber bastante líquido é um jeito de manter a pele hidratada e saudável, assim como todo o corpo. Se você tiver problemas de saúde como insuficiência cardíaca, consulte seu médico sobre a quantidade de líquido que você deve consumir em climas quentes. O hidratante corporal também evita a perda de água da pele, por isso passe pelo menos duas vezes ao dia nas áreas mais ressecadas.

4. Evite os banhos em excesso

Por mais que o banho seja importante para manter uma boa higiene, tomá-lo com muita frequência ou usar sabonetes agressivos faz com que os óleos naturais de proteção da pele saiam junto com a água. O ideal é tomar um ou dois banhos por dia, no máximo, com água morna, já que o vapor e a água muito quentes podem ressecar ainda mais a pele, causando vermelhidão e coceira. 

5. Alimente-se bem

Uma dieta rica em vitaminas, minerais e antioxidantes ajuda a pele a se manter mais forte contra os efeitos do envelhecimento. Sendo assim, para uma aparência mais saudável, a alimentação também tem um papel importante. Os idosos devem adicionar frutas e vegetais verdes aos seus pratos, assim como alimentos que contenham gorduras saudáveis ​​como abacate, salmão e nozes (mas sempre com moderação e o auxílio de um nutricionista, se possível).

6. Cuide das queimaduras solares

É possível que, mesmo com o uso do protetor solar e roupas adequadas, ainda fique queimado com o sol. Nesse caso, a melhor opção é usar produtos com aloe vera para aliviar as queimaduras. Existem muitas loções, cremes e sprays pós-sol que contam com esse ingrediente em sua fórmula para suavizar, refrescar e hidratar a pele após a sua exposição. 

Se você quer mais dicas sobre saúde, nutrição e prevenção não deixe de acompanhar nosso blog aqui na página da Droga Leste. Gostaria de dar uma sugestão ou ver algum assunto por aqui? Conte para a gente pelo e-mail marketing@rededrogaleste.com.br. Cuide bem, viva bem!